Programa Nacional de Vacinação

As vacinas são o meio mais eficaz e seguro de proteção contra certas doenças. Mesmo quando a imunidade não é total, quem está vacinado tem maior capacidade de resistência na eventualidade da doença surgir.

Não basta vacinar-se uma vez para ficar devidamente protegido. Em geral, é preciso receber várias doses da mesma vacina para que esta seja eficaz. Outras vezes é também necessário fazer doses de reforço, nalguns casos ao longo de toda a vida.

A vacinação, além da proteção pessoal, traz também benefícios para toda a comunidade, pois quando a maior parte da população está vacinada interrompe-se a transmissão da doença.

O que é o Programa Nacional de Vacinação (PNV)?

O PNV é da responsabilidade do Ministério da Saúde e integra as vacinas consideradas mais importantes para defender a saúde da população portuguesa.

As vacinas que fazem parte do PNV podem ser alteradas de um ano para o outro, em função da adaptação do programa às necessidades da população, nomeadamente pela integração de novas vacinas.

Quais são as vacinas que fazem parte do Programa Nacional de Vacinação desde 1 de janeiro de 2012?
 

Idades

Vacinas e respetivas doenças

0 nascimento

BCG (Tuberculose)
VHB – 1.ª dose (Hepatite B)

2 meses

VHB – 2.ª dose (Hepatite B)
Hib – 1.ª dose (doenças causadas por Haemophilus influenzae tipo b)
DTPa – 1.ª dose (Difteria, Tétano, Tosse Convulsa)
VIP – 1.ª dose (Poliomielite)

4 meses

Hib – 2.ª dose (doenças causadas por Haemophilus influenzae tipo b)
DTPa – 2.ª dose (Difteria, Tétano, Tosse Convulsa)
VIP – 2.ª dose (Poliomielite)

6 meses

VHB – 3.ª dose (Hepatite B)
Hib – 3.ª dose (doenças causadas por Haemophilus influenzae tipo b) 
DTPa – 3.ª dose (Difteria, Tétano, Tosse Convulsa)
VIP – 3.ª dose (Poliomielite)

12 meses

MenC - 1.ª dose (meningites e septicemias causadas pela bactéria meningococo)
VASPR – 1.ª dose (Sarampo, Parotidite, Rubéola)

18 meses

Hib – 4.ª dose (doenças causadas por Haemophilus influenzae tipo b)
DTPa – 4.ª dose (Difteria, Tétano, Tosse Convulsa)

5-6 anos

DTPa – 5.ª dose (Difteria, Tétano, Tosse Convulsa)
VIP – 4.ª dose (Poliomielite)
VASPR – 2.ª dose (Sarampo, Parotidite, Rubéola)

10-13 anos

Td - Tétano e Difteria

13 anos

HPV* - 1.ª, 2,ª e 3.ª doses (Infeções por Vírus do Papiloma Humano) - só para raparigas

Toda a vida 10/10 
anos

Td - Tétano e Difteria

A vacina pode ser administrada a raparigas ainda com 12 anos de idade, desde que façam os 13 anos nesse ano civil.

À data de entrada em vigor do PNV 2012, apenas se recomenda 1 dose de MenC aos 12 meses. No período de transição, as crianças que já tenham 1 dose de MenC no 1.º ano de vida, necessitam apenas da dose aos 12 meses.

Onde posso vacinar o meu filho?

No seu centro de saúde.

Quanto custam as vacinas?

As vacinas que fazem parte do PNV são gratuitas.